domingo, 23 de agosto de 2015

Soluções de compromisso num cobbler de pêssegos caramelizados

Atípico, penso, raio de Verão atípico. Anteontem esteve sol, ontem choveu e hoje mais parece Outono. Se não fosse o Facebook a lembrar-me, diria que este ano é o pior de todos com um Agosto demasiado caprichoso, ventoso, frio e de céu cinzento. De há uns três anos a esta parte que o tempo se repete, lembra-me o Facebook. Não que tenha um serviço meteorológico de anos passados mas porque os meus lamentos se repetem. Há quatros anos lamentava-me "Protesto: não gosto de chuva, não gosto de céu cinzento, não gosto de frio, não gosto desta treta deste tempo!!!!!" Há dois vociferava sensivelmente a mesma coisa e no ano passado idem. Nada de atípico, portanto. Apenas o inconformismo de um mês que tenho obrigatoriamente de férias e que desejaria, à semelhança do que gosto e da minha forçada disponibilidade, de calor, sol, muita praia, dias longos de ocasos rubros. E num dias destes nada como uma sobremesa de compromisso entre o dia meio tristonho de um Agosto afinal típico e a voluptuosidade da fruta de Verão e uma das que mais gosto, pêssegos. Cobbler seria.

Cobbler de pêssegos caramelizados

Ingredientes:

8 a 10 pêssegos médios
150 g de açúcar
1 colher de chá de manteiga

Para a massa:

225 g de farinha
125 g de açúcar amarelo
1 colher de chá de fermento
1 ovo
100 ml de buttermilk 

Confecção:
Pré-aquecer o formo a 180º.
Descascar e cortar os pêssegos em oitavos.
Levar o açúcar a caramelizar numa frigideira anti-aderente. Quando começar a caramelizar juntar a manteiga e os pêssegos e deixar os pêssegos caramelizarem um pouco, mas não em demasia, já que o caramelo pode ficar amargo. Quando estiverem meio cozidos, passar para um recipiente refractário.
Enquanto os pêssegos caramelizam pode fazer-se a massa. 
Juntar a farinha com o fermento, adicionar a manteiga em cubos pequenos e fazer uma massa esfarelada, pode ser à mão ou com um amassador. Adicionar o açúcar. Bater o ovo com o buttermilk e verter sobre os ingredientes secos. Bater com uma colher e deitar colheradas da massa sobre os pêssegos caramelizados. Levar ao forno 40 a 45 minutos. Comer sozinho ou acompanhado de um bela bola de gelado de baunilha como foi o caso.



8 comentários:

Mariana Teixeira disse...

Tem um aspecto delicioso Leonor e óptimo, para nos confortar neste dia frio e chuvoso de Agosto,

beijinho e bom resto de domingo!

Leonor disse...

Os pêssegos caramelizados dão-lhe um toque especial mas eu gosto muito de caramelo :)
Beijinhos e obrigada pela visita.

Susana Machado disse...

que bom!!
Beijinhos,
http://sudelicia.blogspot.pt/

cozinha100segredos disse...

Deve ser uma delicia! Beijinhos

Leonor disse...

Obrigada, beijinhos :)

basta cheio disse...

Antes demais, gosto muito de te voltar a ler, Leonor! :)
Curiosamente fiz pela 1ª vez cobbler há bem pouco tempo, de morangos. Adorei a textura do biscoito e o contraste com a fruta.
O teu está mesmo lindo, dourado... A combinar com tão desejados e autênticos dias de Verão.

Bjinhos

Leonor disse...

Olá Susana,

Já tinha feito antes mas esta receita é melhor, por causa da caramelização. Com morangos nunca fiz mas como se está a aproximar a época dos marmelos, hei-de experimentar assim também caramelizados.

Muito obrigada pelas tuas palavras :)

Beijinhos

Manuel do Edmundo-Filho disse...

Diz na confecção da massa "adicionar a manteiga em cubos", mas nos ingredientes da massa esqueceu-se de indicar a quantidade... Quer fazer o favor de a indicar? Obrigado.